Nosso Blog

O FUTURO DO DELIVERY: TENDÊNCIAS DO SETOR EM 2021

Dicas de Gestão Foodservice | 23 fev, 2021
O FUTURO DO DELIVERY: TENDÊNCIAS DO SETOR EM 2021

O FUTURO DO DELIVERY: TENDÊNCIAS DO SETOR EM 2021

 

O delivery deixou de ser um diferencial e se tornou indispensável para o Food Service durante a pandemia. No entanto, a perspectiva é que essa modalidade ganhe muito mais força daqui em diante. 

 

A chegada da Covid-19 em 2020 provocou grandes mudanças no setor Food Service. Com o fechamento obrigatório de serviços não-essenciais, bares e restaurantes tiveram que encontrar outra alternativa para não fechar as portas no último ano.

 

Os números não mentem: o aumento no número de pedidos chegou a impressionante marca de 975% no começo do isolamento social. Além dos restaurantes tradicionais, muitas pessoas decidiram empreender abrindo seu próprio negócio durante a pandemia.

 

Mas o que começou como uma necessidade atípica, agora já se tornou uma tendência de mercado. O comportamento de compra e consumo dos clientes também sofreu mudanças durante esse período e, segundo as projeções, o setor poderá movimentar cerca de 6,3 trilhões de dólares em todo o mundo durante 2021.

 

O delivery e o novo Food Service

 

Até pouco tempo atrás, o Food Service era precisamente descrito como “alimentação fora do lar”. No entanto, precisamos ampliar o conceito para toda alimentação que é produzida fora do lar. 

 

O delivery é uma ampliação dos serviços, criando novas demandas e oportunidades para bares, restaurantes, pizzarias, hamburguerias, docerias e muitos outros estabelecimentos. 

 

Agora a sua operação não é mais limitada a um único local, podendo ser entregue em diversos pontos da cidade. Com isso, novas modalidades de restaurantes ganharam força e conquistaram o coração do público que deseja inovação e praticidade no cotidiano. Confira:

 

Pegue e leve (take away / take out)

 

Durante a pandemia houve um crescimento considerável no número de pedidos com retirada no local. Segundo o estudo realizado pelo Google, 39% dos consumidores consideram a opção de “pegar e levar” uma alternativa importante. 

 

Com as restrições de consumo no local, essa opção oferece a possibilidade de retirar seu próprio pedido sem ter que pagar as taxas adicionais de serviço. A possibilidade de fazer os pedidos virtualmente também reduz o tempo de espera no local, sendo uma solução rápida e prática para o cliente.

 

Dark Kitchen

 

As Dark Kitchens são cozinhas industriais projetadas para atender pedidos de entrega. Ou seja, restaurantes que não oferecem atendimento no local, cujas vendas são realizadas 100% no sistema delivery.

 

Com o aumento da demanda, essa modalidade vem chamando atenção de novos entrantes e estabelecimentos que querem se consolidar no atendimento via entregas, por conta da alta demanda e investimento menor que no método tradicional.

 

Marmitarias

 

A praticidade se tornou um fator determinante para o cliente Food Service. A comercialização de refeições prontas (marmitas) se tornou uma boa aposta para o Food Service em 2021.

 

As possibilidades variam, desde pratos comuns até pedidos gourmet. O nicho de alimentação saudável também tem chamado atenção do público, cada vez mais focado em um estilo de vida balanceado.

 

Outra alternativa que essa modalidade permite é a venda de grandes quantidades em um único pedido. Os consumidores podem encomendar refeições para o mês todo, com mais economia e facilidade.


 

Conta pra gente: qual tendência você acha que fará mais sucesso em 2021? 

 

Deixe sua opinião nos comentários do post clicando aqui.



 

Compartilhe esse conteúdo

Leia tambem:

Dicas de Gestão Foodservice | 19/10/2020
Notícias | 20/11/2020